A Fábrica de Preservativos NATEX atende aos mais rigorosos requisitos de qualidade da legislação vigente. Este nível de perfeição é obtido através de um sistema de qualidade que monitora todo o processo produtivo, desde a centrifugação e armazenamento do látex até o produto final, abrangendo cada etapa da produção dos preservativos.

Compromisso

Para garantir um produto final de qualidade, todos os colaboradores são constantemente capacitados e seguem processos de qualidade eficazes que garantem ao produto final total segurança aos seus usuários.

Política de Qualidade

"A Fábrica de Preservativos Masculinos de Xapuri tem como meta permanente garantir as características e especificações dos produtos que oferece, atendendo aos requisitos técnicos aplicáveis e as necessidades dos clientes, por meio de colaboradores qualificados e através da melhoria contínua da eficácia dos processos do Sistema Integrado de Gestão da Qualidade."

 

TESTES DE QUALIDADE

 

eeeee

Furos

É um teste de amostragem realizado no Laboratório, para monitorar todo o processo produtivo. O objetivo é impedir que preservativo com orifícios ou porosidade passe para a fase seguinte. O preservativo, fixado em um suporte, é preenchido com solução eletrolítica e inserido em um recipiente contendo a mesma solução. O suporte contém um eletrodo e ao aplicar-lhe uma corrente elétrica, possibilita a detecção de possíveis furos. Se houver passagem de tensão igual ou acima de 50 mV, o preservativo e todo o lote é reprovado.

 

 

Capacidade Volumétrica e Pressão de Estouro

É um teste de amostragem realizado no Laboratório, sob condições ambientais específicas. Durante o ensaio, a máquina insufla ar dentro do preservativo a uma vazão constante, registrando a pressão e volume de ar no momento de estouro.

 

Indicadores do ensaio:
Volume mínimo exigido pelo INMETRO: 18 litros
Capacidade Volumétrica de nossos Preservativos: Média 44,63 litros.
Pressão mínica exigida pelo INMETRO: 1,0 Kpa
Capacidade de Pressão de nossos Preservativos: Média 2,09 Kpa.

 

 

Elétrico

O teste elétrico é efetuado em 100% da produção. O objetivo é impedir que preservativos com furos sejam liberados para o mercado consumidor. Neste ensaio, os preservativos são colocados, um a um, em moldes metálicos que passam por um condutor de alta voltagem. Por ser feito de um material isolante, o preservativos só permite a passagem de corrente elétrica se houver algum microfuro. Se for o caso, o preservativo é automaticamente rejeitado através de um sistema eletrônico e triturado. Somente os aprovados passam para a fase seguinte de lubrificação e embalagem.

 

 

Integridade da Embalagem Primária

É um teste de amostragem realizado no Laboratório, sob condições ambientais específicas. O propósito é verificar a existência de vazamento na embalagem unitária do preservativo. A embalagem é colocada em uma cuba transparente contendo água, aplicando-se vácuo até 20+/- 5 Kpa, durante 1 minuto. O vazamento é constatado se houver bolhas escapando na água.